O ano está acabando e a nossa retrospectiva dá o ar da graça novamente, resumindo tudo o que foi notícia no mundo esportivo em 2017. Confira tudo no blog!

O fim de ano se aproxima e é natural que a gente faça uma reflexão sobre o que aconteceu durante o ano todo como uma forma de não repetir os erros e valorizar os acertos. Depois de um 2016 intenso, com uma olimpíada realizada em nossas próprias terras, além de recordes que entraram para a história, 2017 foi uma espécie de ‘esquenta’ para a Copa do Mundo 2018. Sim, um novo evento esportivo se aproxima, mas além dele, muita coisa rolou este ano, e a gente separou os fatos esportivos mais marcantes aqui. Confira tudo!

Entre os fatos esportivos, a transferência de Neymar

Não é de hoje que Neymar está entre os melhores jogadores do mundo. O atleta, que há quatro anos defendia a camisa do Barcelona, surpreendeu toda a imprensa esportiva ao assinar com um dos principais rivais do time espanhol no campeonato europeu: o Paris Saint-Germain. A negociação milionária foi o que mais chamou atenção e o que não faltou foi gente querendo ter o salário do jogador brasileiro: 377 milhões de reais por ano – o que dá aí mais de um milhão por dia.

Aposentadoria do Felipe Massa

Parece que estamos falando de um fato esportivo antigo, né? Principalmente para quem não acompanha muito a cena da Fórmula 1. Mas, não. Felipe Massa, até chegou a anunciar sua saída da Willians no fim de 2016, mas, a convite da escuderia, ele mudou de ideia e decidiu fazer mais uma temporada. Durante todo o ano de 2017, Massa não surpreendeu ou mesmo obteve bons resultados, e anunciou a sua saída definitiva das pistas no último 4 de novembro, após terminar a temporada. E finalizou “Dessa vez é verdade”.

 

Um ano da tragédia da chapecoense

O acidente com o avião que levava o time da Chapecoense, tripulação e imprensa foi, sem dúvida alguma, uma das maiores tragédias do mundo esportivo que se tem notícia. Agora no mês de novembro, o fato completou um ano, mas pra muita gente, parece que faz poucos dias que tudo aconteceu. Os quatro brasileiros que sobreviveram ao desastre, tentam, aos poucos, retomar a rotina, mas a lembrança do acidente ficará para sempre na memória.

Itália e Holanda fora da copa e Islândia consegue vaga

2017 foi o ano em que muitas seleções tentaram garantir o seu passe para a Copa do Mundo 2018. Inesperadamente, grandes times como Itália, Estados Unidos e Holanda ficaram de fora e seleções pouco representativas ou que nunca antes estiveram num evento como este conquistaram uma vaga no tão sonhado campeonato mundial, como a Islândia e Sérvia. Sim, parece que os tempos são outros no futebol.

Leia também:
5 exercícios para emagrecer e ficar em forma neste final de ano
7 livros sobre esporte que você precisa ler e se inspirar

Escândalo no COI

Valores exorbitantes foram gastos para que as Olimpíadas Rio 2016 acontecessem. Muita gente foi contra, outras a favor e fato é que o evento aconteceu como esperado. O que ninguém imaginava é que muito antes da pira olímpica ser acessa em terras tupiniquins, personagens grandes da organização do evento estavam envolvidos num grande esquema de corrupção. Este fato esportivo veio à tona quando a operação Unfair Play foi deflagrada e o presidente do Comitê Olímpico do Brasil Carlos Arthur Nuzman foi  preso.

De acordo com a investigação, houve compra de votos para que o Rio de Janeiro fosse a cidade-sede dos Jogos Olímpicos. E muita gente faturou com isso, desviando verbas, inclusive, que eram dos atletas.

Os melhores jogadores do mundo

Como de praxe, os melhores jogadores de futebol do ano foram eleitos e, mais uma vez, o prêmio foi para ele: Cristiano Ronaldo. O jogador já recebeu este prêmio por cinco vezes e atualmente ele atua no Real Madrid. Já entre as mulheres, a campeã foi a americana Carli Lloyd – a brasileira Marta, dessa vez, não ficou nem entre as finalistas.

Hamilton se iguala a Schumacher

Pela quarta vez, o britânico Lewis Hamilton se consagrou campeão da Fórmula 1. Pela Mercedes, o piloto é um ícone e este ano conquistou mais um feito inédito: se igualou ao número de poles do alemão Michel Schumacher durante a temporada.

Protestos contra o racismo durante hino americano

Apesar de ter começado em 2016, os protestos de jogadores durante o hino americano ganharam notoriedade este ano devido ao descontentamento do presidente Donald Trump que repudiou com veemência o ato. Trump, em uma ocasião, chegou a sugerir que os jogadores fossem demitidos.

Mas vale lembrar que como o presidente americano pensa, tal atitude não se trata de uma rebeldia pura e simples e sim é um protesto contra o tratamento da polícia com relação aos negros do país. Encarado como um ato de coragem, muitos esportistas, em especial, da NBA e NFL, aderiram a causa como uma forma de mobilização.

Anderson Silva suspenso por doping

O lutador do UFC se envolveu em mais um caso de doping e ficou de fora do UFC Xangai. A suspensão, ainda sem data para acabar, deixou o mundo divido, pois Silva já foi pego em 2015 pelo mesmo problema, o que abala bastante a reputação do atleta.

Sucesso no vôlei feminino

O vôlei costumar ser um dos nossos maiores orgulhos no esporte e este ano não foi diferente. A equipe feminina se consagrou e conquistou o seu 12º título do Grand Prix. Mesmo com uma campanha irregular, o time venceu a Itália por 3 sets a 2. Já na Super Liga, não deu para o Brasil – que perdeu para França e ficou com a segunda colocação.

A gente sabe que tiveram tantos outros fatos esportivos que vale o destaque, mas para não deixar a postagem tão grande, tivemos que resumir. Mas, deixe sua opinião nos comentários! Qual foi o momento mais marcante pra você este ano?

Com informações e imagens de: esporte.ig.com.br, espn.uol.com.br, oglobo.globo.com, www.fifa.com, veja.abril.com.br, superlutas.com.br, Esportes – R7.com, Veja, Agência Brasil – EBC.

Leave a Reply