Em entrevista ao Blog do Porta Medalhas, a nutricionista Divian Serenato dá dicas de como manter uma alimentação saudável, mesmo durante o inverno.

Paixão de uns, pavor de outros, o fato é que com o inverno está aberta a temporada de desculpas para não manter uma alimentação saudável e ainda faltar ao treino ou não ir à academia. Afinal, com o friozinho, o que há de melhor do que o sofá, uma coberta e a companhia de um balde de pipoca e chocolate quente para completar? Hum?

Pois é minha gente, mas saiba que apesar da vontade ser grande, durante o inverno é necessário manter uma alimentação saudável, até mesmo pra quem pratica esportes.

E como seria uma alimentação saudável no inverno?

Antes de você sair correndo pra comprar toda a quitanda, achando que basta comer algumas frutas e verduras para manter uma alimentação saudável, calma. A nutricionista Divian Serenato explica que no inverno há dois pontos que merecem a nossa atenção: a diminuição da ingestão de água e o excesso de calorias.

No caso da água, ela explica que durante o inverno a tendência é bebermos menos água por sentirmos menos sede e acreditarmos que só eliminamos água pelo suor e urina, quando isso não é verdade. “[…] durante o inverno podemos perder ainda mais água, seja pelo vapor eliminado na respiração e também pelo suor, para balancearmos a temperatura do organismo.”, afirma Divian.

Já os cuidados com o excesso de calorias, a nutricionista alerta para o fato de que o nosso organismo pede por mais comida do que no verão, para auxiliar na manutenção do calor corpóreo. Por isso é importante ter um planejamento alimentar para ter uma alimentação saudável e não ultrapassar o consumo diário necessário de calorias e nutrientes.

No caso dos atletas, ela diz que os cuidados devem ser os mesmo, lembrando que eles já têm um gasto de energia e necessidades de consumo de água maiores do que das pessoas que não praticam esportes, independente da época do ano. “[…]Dependendo da modalidade e das necessidades de cada atleta pode ser interessante recorrer aos suplementos alimentares específicos a cada um, o que deve ser recomendado após uma avaliação feita por médico ou nutricionista”, diz Divian.

alimentacao-saudavel-inverno

Quanto a formulação de um cardápio ideal para uma alimentação saudável no inverno, a nutricionista diz que os cardápios são individuais e personalizados, para atender as necessidades de cada pessoa, atleta ou não. “[…] não é possível passar um cardápio generalizado, mas sim relembrar que deve haver equilíbrio e ingestão de todos os nutrientes: carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas e minerais, além de fibras e muita água”, explica ela.

E mesmo que por conta do frio muitas verduras, legumes ou frutas não sejam cultivados ou estejam mais caras, segundo a nutricionista, há várias opções que vão fazer bem tanto à saúde quanto ao seu bolso, já que em muitas frutas e verduras há menor incidência de agrotóxicos, por serem de época, quando não for possível optar por alimentos orgânicos. As principais frutas sazonais são: abacate, atemóia/fruta do conde, carambola, laranja, tangerina. Já as verduras e legumes mais comuns desta época são: abóbora, abobrinha, agrião, batata doce, batata salsa, brócolis, ervilha, mandioca e rabanete. “[…] A dica é aproveitar para comer estes alimentos, aliando a preparações típicas da estação, como sopas, caldos e ensopados.”, ensina a nutricionista.

alimentação-inverno-frutas-verduras

Cuidados com a alimentação dos atletas no inverno

A nutricionista Divian Serenato explica que é importante alimentar-se em torno de uma hora antes da atividade física “[…] para fornecer energia ao organismo, oferecendo alimentos leves e ricos em carboidratos, como por exemplo frutas in natura ou desidratadas. E após o exercício, dependendo da intensidade do mesmo, pode ser ingerida uma refeição completa ou apenas um lanche prezando por proteínas, como por exemplo uma fatia de pão integral com atum”, explica ela.

Ela também esclarece que alguns alimentos podem auxiliar no desempenho das atividades físicas. ” É preciso ter alguns cuidados essenciais como ingerir em média 2-2,5 litros de água por dia, não fazer refeições pesadas antes do exercício, evitar excesso de fibras próximo ao treino também, evitando desconforto do trato gastrointestinal”, diz.

Com relação aos alimentos, a banana, por exemplo, é citada por muitos como um excelente alimento no combate à câimbras durante as atividade físicas. Mas, ela explica que isso só é verdade se considerarmos que a banana deve fazer parte de uma alimentação equilibrada, mas que sozinha não faz milagre! “[…] A câimbra acontece pela perda de água e eletrólitos (sódio, potássio, magnésio, etc), por isso somente a banana não resolveria o quadro, pois não tem água e nem sódio em quantidades significativas.” Neste caso, complementar com água de coco – que é uma fonte natural de eletrólitos e reidratação, seria uma alternativa para evitar as temidas câimbras, segundo a nutricionista. E para enriquecer nutritivamente este lanchinho, a nossa castanha do Pará.

alimentacao-saudavel-frutas

Receitas para uma alimentação saudável no inverno

Sobre as receitas para manter uma alimentação saudável durante o inverno, a nutricionista Divian Serenato prefere dar algumas dicas, que se adaptam mais facilmente a todos os gostos: “[…] abusar de chás aromáticos ou simplesmente de ervas como hortelã, capim cidreira, erva-doce para ingerir água sem sofrer com o frio”, diz. Ela ensina ainda a adicionar alguns ingredientes extras aos chás, como gengibre, cravo e canela, já que são termogênicos e auxiliam não apenas a aumentar a temperatura corporal, mas também o metabolismo. E faz um alerta para que as pessoas procurem não adicionar açúcar aos chás.

alimentacao-saudavel-cha

Outra dica da nutricionista é aquecer frutas como maçã, pera e banana, podendo também adicionar canela e um fiozinho de mel. “[…] no inverno o organismo pede comidas quentes, sendo assim, frutas quentinhas ajudam a mantermos a dieta saudável,” diz.

E para finalizar, ela fala sobre a importância de seguir as orientações de um nutricionista: “O profissional avaliará suas reais necessidades pré e pós atividade física, bem como o planejamento alimentar de todos os dias, o que também são de extrema importância para aumentar o seu rendimento no esporte”, afirma Divian.

porta-gif
Não perde tempo e garanta já o seu Porta Medalhas!

E aí, curtiu as dicas para manter uma alimentação saudável no inverno? Você viu, não é nada difícil se alimentar bem para manter a saúde e o desempenho na sua atividade física predileta! Basta manter a disciplina, para poder curtir a estação mais fria do ano, com direito a uma pipoquinha e um chocolate de vez em quando sim, mas sem exageros! Bom inverno!

Deixe uma resposta