Se você decidiu começar a correr durante a pandemia, saiba que não está sozinho (a). 

Estudos realizados pela Asics com 14 mil pessoas que usam o Runkeeper (aplicativo que monitora atividades físicas) revelam que a corrida é um esporte em ascensão durante a pandemia e que 62% dos entrevistados passaram a fazer pelo menos uma corrida semanal neste período.

Aliviar o estresse e relaxar a mente são os principais gatilhos que motivam a aderência ao esporte por parte de 88% corredores brasileiros e 91% dos entrevistados deseja continuar correndo após a pandemia.

Afinal, o que é importante saber para começar a correr? Quais são os cuidados necessários e como sair do sedentarismo e apostar na modalidade de forma segura e confiante? Continue lendo o artigo e confira todas as dicas sobre o assunto!

1.Pense nos benefícios de começar a correr

Não é novidade que a falta de exercícios físicos prejudica a saúde e, durante o isolamento social, o sedentarismo é um fator complicante para diversas doenças. Durante a corrida, o organismo libera serotonina e outros hormônios que trazem mais qualidade de vida por influenciarem na regulagem do humor, do sono e da libido.

Para quem precisa de um empurrãozinho para começar a correr, focar nos benefícios que a prática pode trazer para a vida diária pode ser um estímulo e tanto. Além de melhorar a sensação de bem-estar, a corrida também ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes, entre outras.

2. Antes de começar a correr, consulte um médico (a)

Não importa se você já está acostumado com maratona ou se pretende começar a correr agora, certificar-se que a sua saúde e seu condicionamento físico estão em boas condições é essencial para obter o melhor proveito da atividade física. 

Por isso, vale a pena agendar uma consulta com um médico. O ortopedista é um médico especializado bastante indicado neste momento, considerando que uma das premissas do bom condicionamento do corpo é o fortalecimento muscular que pode prevenir e evitar lesões na hora da corrida. 

Outra especialidade indispensável é a cardiologia. Vale lembrar que entidades médicas como a Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e a Associação Americana do Coração, realizar uma avaliação clínica antes de começar a correr é importante para identificar possíveis doenças cardiovasculares, além do risco de morte súbita durante a prática. No caso dessa avaliação, o médico (a) investiga os antecedentes pessoais e o histórico de doenças que podem ser hereditárias.

3. Faça treino de corrida para iniciantes

A prática constante influencia a excelência e isso pode ser aplicado ao hábito de começar a correr e evoluir na modalidade. 

Ao fazer um treino de corrida para iniciantes, você estará testando os limites do seu corpo e poderá, gradualmente, elevar a velocidade, a distância de quilômetros percorrida e o tempo do treino. Pensando a médio e longo prazo, os treinos ajudam a criar regularidade na corrida e a melhorar o desempenho físico.

Para administrar melhor os treinos e registrar os resultados obtidos, é válido:

  • Cronometrar os treinos para fazer comparações futuras;
  • Fazer treinos alternados entre corrida, caminhada, corrida lenta e corrida progressiva;
  • Montar uma planilha de treino de corrida para iniciantes, com indicação de tempo para atividades de corrida e caminhada em registros semanais.

Importante: antes de começar a correr, os atletas geralmente fazem caminhadas em um intervalo de tempo no qual se sentem confortáveis para iniciar pequenos trotes (uma maneira mais lenta de correr). 

Se você caminhar durante 20 minutos, por exemplo, experimente correr devagar  por 2 minutos e, conforme for ganhando ritmo, aumente os passos e tente correr por 30 segundos. Atenção: ao sentir qualquer dor intensa ou desconforto durante o treino de corrida para iniciantes, pare e observe. 

É sempre proveitoso contar com acompanhamento profissional na hora de treinar, sobretudo no treino de corrida para iniciantes. Se você tem essa possibilidade, vá em frente. Sem dúvidas, será mais prático fazer os registros e acompanhar a evolução dos treinos mais adequados aos seus objetivos.

4. Mantenha uma boa alimentação

Manter uma alimentação saudável é muito importante na vida de qualquer pessoa e, se tratando de alguém que deseja começar a correr ou praticar algum esporte com frequência, é preciso ter mais atenção ainda a esse cuidado com a saúde.

Antes de treinar, prefira alimentos que dão mais energia para aguentar melhor o esforço físico. Frutas como banana, alimentos como aveia e batata doce são excelentes opções de cardápio neste momento. No momento pós-treino, é importante optar por um cardápio que ajuda a repor as energias e opções ricas em proteína como ovos e carne de frango são bastante indicadas para manter seu corpo saudável. 

5. Antes de começar a correr, escolha bem as roupas e acessórios

Vestuários e tênis adequados fazem toda a diferença no desempenho de uma corrida, um treino ou uma maratona.

Imagine o seguinte: na hora de escolher um tênis, é preciso considerar que esse acessório suportará todo o seu peso e absorverá todos os impactos da corrida. Ou seja: é um acessório que precisa ser muito bem escolhido para evitar lesões e proporcionar o conforto necessário.

Para facilitar a escolha de um bom tênis de corrida, considere fatores como: o espaço e a superfície dos treinos, qualidade do sistema de amortecimento, flexibilidade e características de ventilação.

 Em relação às roupas de treino, coloque o conforto em primeiro lugar. Durante a maratona ou corrida, não há nada mais chato do que uma vestimenta que não está muito ajustada ao corpo ou que causa machucados e assaduras.

6. Mantenha a regularidade nos treinos

Se você pretende começar a correr, mas já se imagina comemorando na linha de chegada dos seus primeiros 5 km, saiba que isso é um motivador e tanto para seguir firme no projeto de corrida. 

Manter a motivação nem sempre é fácil, mas fazer os treinos com regularidade e não fazer da corrida um passatempo de final de semana é um bom começo para se preparar para treinos mais duros e, quem sabe, uma maratona. Listamos algumas dicas para te ajudar com essa missão:

  • Se possível, alterne o local das corridas (pista, praia, ar livre, esteira, parque);
  • Crie recompensas para celebrar suas conquistas na corrida;
  • Faça treinos variados para manter o condicionamento firme e não enjoar;
  • Estabeleça uma rotina semanal de treinos e saiba quando descansar.

Se você chegou até aqui, esperamos que as dicas de como começar a correr tenham sido úteis para o seu planejamento esportivo. Na comemoração da primeira corrida ou de uma maratona, saiba que a Porta Medalhas estará torcendo pela sua vitória.


Gostou do conteúdo? Leia mais artigos sobre o mundo dos esportes em nosso blog!

Leave a Reply